Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEUS COLEGAS DE ENFERMAGEM ME COMERAM EM CASA!

Olá! Meu nome é Juliana e tenho 21 anos. Moro em Fortaleza (Ceará) e estou cursando meu primeiro ano de enfermagem. Sou uma morena clara, tenho 1,68 de altura, cabelos compridos e um pouco cacheados, corpinho bem definidinho, mas sem qualquer exagero, cintura fina e uma bundinha média, que chega a enlouquecer alguns amigos quando visto um vestidinho... seios médios... As pessoas custumam dizer que tenho um rosto de uma mistura de uma "santa" com uma "putinha", mas sempre me considerei comportada e sou uma boa filha também. Mantenho respeito com as pessoas e sou bastante educada.

Aconteceu que um desses dias eu fui para o curso de enfermagem com um dos meus vestidinhos (eles não são muito curtos e gosto de usar sempre um shortinho por debaixo) prediletos para sair na noite. Ainda bem que lá eles deixam entrar com esse tipo de roupa. Sá que no intervalo da aula, como de custume, fiquei conversando com minhas amigas na sala e nem tinha percebido que três de nossos colegas também ficaram. Logo eles começaram a puxar conversa com a gente (éramos quatro, todas tinham namorado, exceto eu) e um deles me perguntou se não podiam me visitar qualquer um dia desses. Eu falei que seria legal, mas teria que ser visto um dia e numa hora em que não tivesse nada de especial lá em casa (moro com minha tia e meus primos em um Bairro na Praia do Futuro) e eles acenaram com a cabeça e disseram que era perfeita a idéia, e que gostariam de falar comigo pra acertar um dia. Eu perguntei o motivo de tanto entusiasmo e eles me responderam que queriam pegar uma praia e não tinham lugar mais perto para ficarem, então resolveram me perguntar pra saber se podia dar certo. Depois da aula nás combinamos um dia (uma sexta-feira) que não viríamos para o curso, então eles poderiam ir lá. O curso era pela parte da tarde e era nesse período que eu gostava de ficar sozinha em casa descansando, pois minha tia trabalha na semana durante o dia inteiro e meus primos estudam à tarde. Logo que eles chegaram, pediram pra conhecer a casa e disseram que iriam de imediato curtir uma praia e sá voltariam lá pelas 15:00hs. Eu achei beleza, já que eles já tinham conhecido a casa e já havia passado uma hora que eles haviam chegado e agente estava conversando. Assim que eles saíram eu coloquei, como de custume, meu vestidinho de durmir (ele tem um tecido de seda) e fiquei sá de calcinha por baixo, sem sutiã. Não tinha eu intenções de seduzir meus colegas, pois já tinha recebido várias visitas e nunca aconteceu nada de mais. Além do mais, sou virgem e gostaria de manter isso até meu casamento. Antes de cochilar um pouco, eu preparei um lanche para os meninos e me deitei no sofá. Durmi! Depois de um bom tempo escutei passos na casa e logo vi os meninos que tinham acabado de chegar. Eles se sentaram nas cadeiras da sala e eu prontamente fiquei sentada no sofá. Um deles mudou delugar e ficou ao meu lado. Começamos a conversar vários assuntos legais, sobre relacionamentos, sobre o práprio curso e suas vantagens para nás, até que um deles (Caio) que estava sentado em uma das cadeiras se levantou e ficou do meu outro lado, dizendo que era melhor ficar no sofá do quê na cadeira. Eu ainda estava muito sonolenta e eles percebiam, aí pedi para me deitar de novo no sofá enquanto agente conversava. Logo o André (o outro que tinha sentado ao meu lado) disse que eu poderia deitar no colo dele e colocar as pernas no colo do Caio. Eu fiz isso quase que de imediato, pois estava com um pouco de sono. O André começou a passar a mão pelos meus cabelos enquanto disfarçava a conversa. Eu não estava com a menor das idéias de que eu poderia estar sendo alvo deles, até que o Caio começou a passar a mão pelos meus pés. Eu fiquei assustada, mas logo percebi que os meninos estavam apenas fazendo carinho, e eu disse que gostava de massagens (sempre meu priminho mais novo fazia massagens em mim). Então eles continuaram... se passou bastante tempo e eles me fazendo carinho e conversando coisas desconexas. Não percebi que estava quase durmindo e por um instante, fiquei desacordada. Acho que eles perceberam e sem dizer-me nada me puseram na cama da minha tia, que ficava em um quarto da casa. Depois de um tempo eu acordei e senti um mão nas minhas pernas, subindo e descendo. Estava com os olhos fechados e achei nada de mais, até que senti essa mesma mão subi um pouquinho meu vestido. Não disse nada, estava gostando de ser massagiada naquela região. Depois reparei que o Claudio também estava no quarto com o Caio, e que era o André que fazia-me umas tocadas de leve nas minhas coxas. Eles estavam em silêncio (talvez para não me acordar)... senti uma segunda mão passando pelo meu cabelo e outra pelas minhas costas. Fiquei paralizada, sem qualquer reação, até que uma dessas mãos subiu mais ainda meu vestido, expondo um pouquinho minha bundinha. Eu não sabia o que fazer, mas estava gostando de ser tocada naquela parte de meu corpinho... Em seguida o Caio levantou um pouquinho meu quadril com sutileza e pôs um travesseiro do sofá em baixo da minha barriguinha, deixando minha bundinha um pouquinho arrebitada. Fiquei constrangida, mas ainda assim continuei fingindo estar durmindo. Então o André começou a levantar mais e mais o meu vestido até que a minha bunda ficou totalmente exposta (como eu estava sá de calcinha, acabei revelando minha calcinha enfiada na bundinha quando durmo e deixando totalmente indefeza aos meus inflatores). O Claudio não resistiu e começou a passar a mão por cima da minha calcinha... isso me deixou um pouco nervosa, mas resisti. Foi sá não fazer nada para eles notarem que o sinal era verda pra avançar...







Depois volto com a continuação!



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos minha filha enrroscada na minha picahomem fudendo o tenis enquanto come a mulher deleContos curtos excitantes de coroa estrupada e gostandocontos eroticos deixei a sapatao chupa minha buceta e meu cucontos eróticos no caminho do sítio contos erótico comadre desmaiou contos de cú de madrinhafilho aromba o cu da madastra que grita ta,doendototalmente submissa aos carinhos dele pornoincesto brincando com irmã de pig escondecontos eróticos coroas boqueteirasContei para meu marido que de o cuExperimentando biquini na frente do meu filho conto eroticoContos eróticos enteada larissa viajarcontos erot co dando a buceta pro cavalo e p ca grandeminha esposa ela não gostava de depilar sua buceta cheia de pentelhos eu disse pra ela se você raspar sua buceta vai ficar linda eu não sabia que minha esposa que ela tinha raspado sua buceta a noite eu entrei no quarto minha esposa tava deitada na cama com o lenço em cima da suas pernas ela disse pra mim tirar o lençol de cima da suas pernas eu tirei o lençol sua buceta tava raspadinha ela me perguntou pra mim você gostou da minha buceta raspadinha eu disse pra ela sua buceta raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca ela chupou meu pau eu comecei a fuder sua buceta ela gozo ela ficou de quatro eu comecei a fuder seu cu conto eróticosexo.sobrinho.engravidou.a.tia.casadacontos eroticos joão deu a piça gg para eu e mamãe conto erotico colegial virgem sentindo desejocorno ver mulher gemendo dando cu aoutro casa dos conto eróticoscomtos de incesto com subrinha bebada depos da balada no carroconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeufui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoContos eroticos pega a força por pmsexo com a namorada do meu filho anal e ela gritacontos de casadas liberadacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos sado marido violentosconto policial comeu.minha mulhercontos de casadas que se entregam a outro homemcontos de mecânicos casadosler contos eroticos de bucetinhas virgenscontos eróticos, eu, minha esposa puta e nossos vizinhoscontos eroticos meu padrasto e eu no ranchoconto erotico sequestro gostosocontos eroticos padres e zoofiliacontos casada traindo em churrascoMinha mulher voltou bebada e sem calcinha em casa contosO amigo do meu namorado me comeuultimo contos eróticos transando com tio aquero ouvir conto erótico do garçom malhadão que rasgou um amigo no restaurantemeu cachorro me comeu a forca.contosanus enrabadocontos eroticos-fui malhar com minha tia e acabei comendo o cu delaconto erotico mamadinhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico perdi calcinhaconto de tia que deu pro cavalo da fazendaCasada viajando contosconto erotico com coroa casado amigo do meu paivisinha casada o novinho contos com fotosContos eróticos metendo debaixo da cobertaesposinha chorosa: contoscontos pedreiros rasgsram meu ccontos eróticos com o genropai engravidou a esposa do filho contocontos eróticos isto e realcontos eroticos eu sozinha acabei gozando na calcinhahomen bulinando o penis no chortcantos erotico de casada co catado de latilhacontos eroticos incesto peito com leitecontos eróticos da viuvinha peludacontos eroticoscasada na massagemconto erotico madura gorda e a submissa ninfetinha e gostosacontos eroticos colega de trabalhocontoerotico sou postituta adoro safadeza na familiaas mais reganhadinhascontos eu minha esposa e a empregada na praia de nudismoEntro na bucetinha da minha sobrinha pequena todas as noites e encho a bucetinha dela de porracontos eroticos de gabycontos de mulher casada foi no baile funk com minha filhaAtolando o pauzao na casadinha contoscontos meu marido gosta que meu ex me comanoiva putinha titio caralhudo contosconto erótico gay chupei sem querercasa dos contos incesto carlConto so caminhoneiro dei carona uma freira loiraseduzi meu irmãocoroas de sainha curtinha mostrando obusetaosou vadia e minha filha também trepa com os peõescontos eroticos esposa exibidatia peruca gosta de chupar pau e a buceta sai muita gozaconto trocando as filhasContos eroticos novinha desmaia de tanto gosaContoerotico- enteada barbieconto mulher casada rabuda dei pedreiroconto meu marido fez eu da para meu paiolhei aquele pauzao do cara meu marido nao percebeu