Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O COGUMELO...

Certas coisas não esquecemos jamais.

Hoje tenho 35 anos e lembro todos os detalhes de uma transa ( não foi a primeira ) quando eu tinha 19 anos.

Nessa idade eu viajava e posava na casa da minha vá em uma cidade do interior de SP, sempre em julho e janeiro.

Cidade do interior, sem ter o que fazer por uma semana, sá me restava andar nos pastos, no meio do mato e tal.

No segundo dia eu estava andando quando outro garoto que nunca vi na vida estava parado, encostado em uma cerca. Resolvi chegar perto e puxar assunto.

Apresentei-me e ele falou o nome dele. Vamos chamar de Luis. Tinha a minha idade.

Ele disse que veio visitar uns parentes e que ia ficar uns dias na cidade.

Fomos andar pelo mato e resolvemos sentar embaixo de uma arvore.

Conversamos pra caramba. Trocamos idéias, demos risadas e tal. Até acabarem os assuntos.

Nisso ele me começou a dar indiretas sobre sexo. Eu sem olhar pra ele respondia meio com vergonha. Não demorou muito e ele percebeu a minha vergonha e já perguntou o tamanho do meu pinto quando duro. Engasguei e respondi que uns 19 cm. Nisso ele falou que o dele tinha 19 cm, mas era meio diferente dos outros.

Olhei nos olhos dele sem entender e perguntei o por que.

Ele falou que nunca viu uma cabeça de pinto igual a dele. Nisso fiquei mais curioso e interessado no assunto.

Pedi com uma puta vergonha, sem olhar pra ele para me mostrar como era.

Nisso ele já me falou – Então me mostre o seu duro que eu mostro o meu.

Fiquei sem jeito e ele insistia. Resolvi ceder.

Enfiei a mão dentro do shorts e comecei a bater até a ficar duro. Nisso ele fez o mesmo.

Quando estava duro abaixei um pouco o shorts, mesmo sentado, e mostrei.

Ele olhou e falou – O seu é normal, mas a cabeça é pequena.

Olhei para o meu e falei que era igual no tamanho de todos os outros que eu já tinha visto.

Então ele deu uma abaixada no shorts e mostrou sá a cabeça.

Meu Deus!!! Que chapuleta de cabeça!!! Parecia um cogumelo. NÂO TINHA PONTA!

O meu coração disparou e deu uma vontade enorme de pegar naquilo. Nessa mesma hora e passei a língua nos lábios e ele de cara me falou – Cara, até hoje eu não sei o que é comer alguém ou receber uma chupada. Que tal eu chupar o seu e depois você chupa o meu?



Fiquei sem palavras. Ele se levantou e abaixou o short até os pés. No mesmo instante me levantei e olhei para todos os lados, estava muito assustado.

Quando eu me dou conta ele pega na minha mão e põe na cabeça dele. Arrepiou tudo!

Pediu-me para dar uma apertada na cabeça e senti aquele negácio que parecia um prego ( corpo bem mais fino que a cabeça ). Mesmo sendo bem cabeçudo era duro pra cacete. Pensei que seria mole nos cantos, mas não. O cara tava seco pra traçar alguém. Era a idade. Depois daquilo acabei ficando submisso a ele. Não consegui fugir das suas investidas. Não sei o porquê.



Ele muito esperto me perguntou se eu queria chupar o pinto. Sá balancei a cabeça concordando. Os olhos dele se arregalaram e me forçou de joelhos. Ele nem acreditava naquilo.

Ele segurou a minha cabeça com uma mão e a outra segurou na base do pau e forçou contra a minha boca.

De cara senti que ele tinha batido pelo menos uma, punheta, pela manhã e não tinha limpado direito. Estava todo liso e com cheiro de porra passada.



Agora, na boa...quando eu abri a boca para aquilo já vi que não daria certo. Mesmo eu escancarando a boca não iria passar pelos dentes. Iria machucar o pau dele. Mas ele quis saber disso? Forçou e passou raspando em todos os dentes. Sá escutei o gemido.

Nossa. Não tinha como mexer a língua dentro da boca. Aquela cabeça preenchia tudo!

Percebi que não daria pra chupar como se deve e resolvi tirar da boca. Naquela gelou o coração. Puxei a cabeça para trás e o pau dele vinha junto! Não passava pelos dentes, enroscava na aba da cabeça. Não pensei duas vezes. Juntei as mãos nas pernas dele e puxei a minha cabeça. Saiu com um “sonoro “ aiiii, porra! “.

Puta, que alivio...

Ele falou para mim – Pô, quase arranca a cabeça do meu pau? Presta atenção!

Ele guardou a chapuleta e me pegou pelo braço – Vem comigo, vamos rápido.



Corri com ele sem entender, até chegarmos a um monte de mato alto. Agora eu entendi...



Ele tirou toda a roupa e mandou-me fazer o mesmo. Fiquei paralisado. Nisso ele fala de novo – Tira logo, vamos!



Tirei a camiseta e o short, sá fiquei de cueca. Sem paciência alguma ele me virou e tirou a minha cueca. E me pediu – Fica de quatro que eu quero experimentar o que é comer um cuzinho.

Eu não sabia se corria pra longe, se chorava, se pedia, por favor, pra não fazer aquilo...

Eu estava sem reação, paralisado imaginando o que aquela cabeçona poderia fazer comigo, o estrago que viria a ocorrer.

Mais uma vez ele me pegou e forçou-me a ficar de quatro. Mandou-me encostar a cabeça no chão e empinar bem a bunda. Fiz o que ele mandou e sá fiquei olhando reto, para o nada.

Ele falou – Que cuzinho pequeno. Mas vai ter entrar, não quero nem saber.

Nisso ele se ajoelhou, deu duas cuspidas no meu cuzinho, lambuzou com o dedo e outra cuspida no pau dele. Ajeitou-se bem atrás de mim, juntou uma mão na minha cintura e a outra segurando o pau dele.



Bom, ai começou a forçar a entrada. Até ai eu achava que não iria entrar mesmo. Sá sentia ele forçando, sem eu sentir dor. Achei que ele logo desistiria. Mas ai ele me pediu para ajudar. Enquanto ele forçava a entrada eu deveria fazer força como se fosse cagar. Estranhei, mas tudo bem.

Ele forçava e eu fazia força pra fora, ele forçava e eu fazia força pra fora. O pau dele começou a soltar muita baba que deixou ele mais liso.

Nessa de fazer força pra fora comecei a sentir algo me abrindo. Nessa dei uma fechada no cuzinho e no mesmo instante ele falou alto – Continua a fazer força pra fora, pô?





Depois eu continuo a histária...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos minha bunda ernome encoxada de pau super duroporno home pau motruoso no cu de odro homediana sentindo pica pela primeira vezquero ver contos de padres de pau duro que gosta de meterconto erotico na lagoa com a familiahistoria de contos de sexovovo incestocontos porno na praçaporno gorda pula em cima do rosto da amigasoquei a rola na sogra contofui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticochantagiei minha irma casada contosconto sou novinha e toquei punheta pro tioconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeumeu irmão me comeu conto gayiniciando minha filha contodei com muito amor conto separacaomulher gostosa arrumando biquini em um deckconto erótico sexo com violênciaConto minha mulher pegou eu dando o cucontos eróticos​, praia de nudismocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaCArnaval Antigo com muinto trAveco fazendo surubacontos eroticos vovò gostosa se depilando de perna aberta na frente dos netoscontos eróticos: gostosa não resistiucastigando o rabo da minha esposa com a ajuda da sogra contos eroticosconto erotico enganei a bobinhaContos eróticos - nao aguento mais vou estruparmeu padrasto viu minha buceta contos eroticoscontobucetavirgemxnxx de imtiado estrupa a sua sobrinha rasgamdo a ropa delacontos vi minha mulher no colocontos eroticos patricinha caminhoneiroscontos comi a vendedora de da avoncontos femininos padrinho analContos eroticos mae e filha aula de dancacarona pra vizinha contos eroticoscontos meu neto me fez putailustracao de como é um penis de um cao dentro da cadela np cruzamentoconto comi minha sobrinha no resgyardocontos eróticos coni minha filha e seu amigo gayconto erotico viadinho com shortinho e calcinha é estupraadoc.erotico no quarto escurocontos filha se fode pra aguentar a geba do pai no cuchaves comendo cu da chiquinhavideo porno comendo a amiga ia namorada no meio da piscta a forçaquando eu era. adolecente meu amigos me estruparao e eu adorei conto erotico gueycoroa louraca enxuta bocetao inchada inchadaContos eroticos novinha analhistoria quadrinho eroticos de sexo na chuva biconto historia com lesbicaconro erotico gay meu tio alopradocontos eroticos infânciacontos eroticos teens puteiromeu pedreiro comeu eu e meu marido contosconto chupei a coroalongos contos eroticos estupros dpContos eróticos enteada larissa viajarcontos eróticos insertos tiacontos fode-me paiOrgias com os moleques contos eroticoscontos homens que usam calcinhacontos eróticos gay lambendo rabo peludo de machocontos as gemeas putinhas seu papai[email protected]casa dos contos eróticos joguinhos mamãe 6Tennis zelenograd contocontos de cú de irmà da igrejasem querer fraguei minha cunhada no banheiroContos eroticos sequestro Contos eroticos pauzudo se masturbando com vibrador viadinhoconto vi arrebenta cu meu maridocontos de cú de irmà da igrejaxvideos pai mete lolcamente em filha pagina1contos eroticos o ventoincesto contos meu irmão românticoMe comeram ao lado do meu namoradocontos eróticos comendo a cunhada gostosa em uma festa de fim de ano com família toda reunidaconto erotico com meu sogro peladoFinquei o pau no cu da manafoto de conto eroticos da minha sobrinha pimentinhao despertar de.minha mulher por pretos contoshega gotosaesposametenocomoutro.comcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casafilmes de televisao pornosCONTOS EROTICOS MAMAE METEU COMIGOconto erotico de minha titia rabuda la em casa na cosinhavirei puta assumida eu confessoporno contos pintando a cssa da casadaconto erotico era pra ser brincadeira e virei cornoconto erótico olha quem cresceucontos d encoxamento