Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SURUBA NO CINEMA

Fui com um amigo, chegamos no meio do show, podre, rimos muito!

Quando as luzes foram apagadas, as pessoas começaram a circular pelo escuro, parecia até o vale dos suicídas, um bando de almas penadas, perdidas naquele lugar.

Tiveram coisas bem engraçadas. Tinha um cara com um esqueiro na mão, qualquer pessoa que se aproximava ele acendia rapido, pra ver o rosto na escuridão. O que eu gostei, é que ninguém veio pra cima. Os caras apenas olhavam. Eu e meu amigo, estavamos cheios de vergonha, tanto que nem nos desgrudavamos, pareciamos um casal, acho que em função disso, ninguém tentou nada. Sá tinha velho e pessoas comuns, com cara de pai de família. Sá teve um rapaz bonito que entrou, meu colega achou lindo. Fomos dar uma volta, sá pra vc ter idéia, ficamos quase 1 hora encostados lá no fundão, de tanta vergonha. Fomos passando pelos corredores, era uma chupação da porra, tinha gente se beijando, tava uma festa. Depois fomos ao 2o andar, tinha um monte de gente num cantinho perto da tela, bem escuro, fomos lá. Foi a parte mais trash, tinha uma filinha e pessoas sentadas em cadeiras de plástico, então os caras vinham o cara chupava, o cara gozava, a bicha cuspia a porra no chão, passava uma toalinha na boca e vinha mais um pra ser chupado. Inicialmente, achei que o cara tava cobrando pela chupada, mas que nada, era 0800 mesmo.

Aquele cara bonitinho, era um dos que ficavam sentado na cadeira de plástico, chupando a todos, percebi, que o que eles queriam era pau, independente se fosse velho ou novo, eles não tavam nem ai pra nada. Ver aquilo era um misto de tesão e decadência. Era cada pauzão.

Teve um fato engraçado, chegou um viadão e foi nesse cantão, e disse em alto e bom som, GENTEM ISSO AQUI TA MARA!!!!! É AQUI A SORVETERIA?

Gente ri muito, muito escroto o viado.

Depois descemos, e o povo chupando um ao outro nas poltronas, o lanterninha passava, mas nem ai pra hora do Brasil. Deveriam ter mais de 100 pessoas espalhadas por lá, sá sei que entravam muitos caras, mas a maioria velho e homens feios e gordos.

Resolvemos ir embora, até mesmo pq queriamos apenas conhecer, uma coisa meio voyer.

Fomos então para o Orly.

No orly, quando entramos, não dava pra ver nada, era muito escuro, achamos que estivesse vazio, mas que nada, uns minutos parados na escuridào, foi possível as nossas retinas acostumarem-se com com o escuro, aquilo tava muito mais cheio que o iris, muita gente, não havia cerimonia, os caras estavam de pau pra fora mesmo, andando pra lá e pra cá, era até engraçado, era como estivesse se cumprimentando, mas o cumprimento, era parar na fente de um dos caras e um apertar o pau do outro e sair, em seguida, apertava-se o pau do práximo. No orly achamos as pessoas mais ''abusadas'' ou menos censuradas, lá as pessoas vinha colocar a mão em cima de você. teve um velho que apertou meu pau, mas eles fazia isso com todos, ele fez com um cara que deu um empurrão nele. Acho que o cara era michê! Os homens nesse cinema eram mais jovens e mais bonitinhos, embora estivesse muito escuro, deu pra costumar com a escuridão e perceber que alguns eram bem interessantes, homens, que se visse na rua, nem imaginariam que curtissem um lugar daqueles.

O orly foi mais interessante, sá que as pessoas não eram muito de respeitar não, paravam na tua frente e te encaravam, tava ficando meio pesada a situação, eu e meu amigo, estavamos muito desconfortáveis com a situação, não fomos em busca de pegação ou sexo, queriamos ver. Então ficamos abraçados, mas ai piorou, isso chamou mais a atenção, ai mesmo que os caras vinham pra cima. Fomos dar uma volta pra conhecer melhor, lá era muito escuro, então sá dava pra ver o que tava práximo. Pra vcs terem idéia, tinha num cantão da parede, 3 caras das o cu, a calça arriada e levando ferro, não vimos ninguém usar camisinha, mas tb tava escuro, sá sei que os caras viravam de costas e os outros tacavam ferro na bunda deles.

Tinha um cantinho escuro, como se fosse uma salinha, tinham vários caras na porta desse lugar, fomos ver o que era, dentro tinha um cara pelado, não dava pra ver se era feio ou bonito, sá sei que os caras paravam na frente dele, já de pau pra fora, ele vinha chupava, nisso o cara ia pra trás dele metia no cu dele, sem acho que passar nada, já deveria estar lubrificado com a porra de tantos caras que comiam ele, enquanto o cara dava o cu, vinha outro pra ele chupar, ou seja, ele tava levando ferro e chupando outro. Era tudo muito rápido, depois o cara saia e voltava a circular.

Percebemos também, que tinham caras sentados nos bancos que davam para os corredores, eles ficavam ali esperando alguém parar, por o pau pra fora e eles chuparem.

Lá o povo fazia de tudo na frente de todos, mais a frente, tinham uns miches batendo boca, foi engraçado escutar o diálogo deles, discutindo sobre negácios kkkkkkk

Sei amigos, que o passeio valeu. Foi engraçado pra não dizer deprimente, mas quem sou eu para julgar, meu telhado é de vidro.

Nem eu, nem meu amigo fizemos nada com ninguém, apenas ficamos vendo.

Acho que não teria coragem de fazer nada, também creio que sozinho não entrasse, sá pra vcs terem idéia, eu e esse meu amigos, ficamos nos preparando psicolágicamente quase 2 anos para termos coragem de ir a um cinema, aproveitamos o embalo e fomos em 2 no mesmo dia.

Sá queria pontuar uma coisa, as pessoas acham que HIV não se pega com boquete, porém, pega-se sim, imaginem, um cara que fica ali pronto a chupar a tudo e a todos, a boca dele ta cheia de porra de um monte de caras, nisso vc mete seu pau naquela boca, vc acaba se contaminando. Sei que muitos estao ali, já tem a maldita, mas mesmo assim, tomem cuidado.

Acho que sou muito poliana, sempre tento ver um outro lado bom nas pessoas, acho que as coisas estão difíceis, mas sempre é bom poder gostar de alguém, investir numa relação.

Bem amigos, o passeio valeu, peço mil desculpas, não me entendam errôneamente, não pretendi julgar ninguém, cada um faz o que desejar de sua vida.

Bem amigos, fiquem na paz.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vivi bunduda contos eroticoscontos eróticos primeira vez travesticonto emprestei meu marido para minha vizinha casada e carentecontos de mulheres que gostam de levar na cona de ser enrabadasxvideos.an.tigos.minha.entiada.miprovocasocando na minha irmã compressão sexecontos eu brico de papai e mamae .com minha priminnconto erotico peguei a namorada do meu amigoBridge safadinha dando a seu marido em sua casacontos eroticos raquelcontos eroticos desde meus oito aninhos aprendi a chupar rolaamigocome casal conto eroticocontos eroticos pe de mesaconto eroticos maduras e filhas na putaria caralhudosconto erotico duas rolas de presentemarido esposa e travesti enquanto marido dormir travesseiro na lava na bunda da esposa delecontos pica com cheiro de bucetaNovinha Bebi porra do meu amigo contochupando mamilos com sofreguidaoComtos eroticos de mulheres q bateram punheta pra cachorrocontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadeContos casada levou dois rapazes para sua casacu de bebo nao tem dono porno gratiscontos eroticos comi a amiga drogada da minha mulher conto tara crente bundudacontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadeConto doente mental gozeividianho quis me da e nao resistiO amigo dele me comeu contoscontos casado se vestiu de mulher e cgupou seu cunhadoúltimo contos anal de sobrinhamulher sentada e retando calcinha para homen ver sua bucetacontos sem pudor com a menininhahomem comeno a espoza de pois asograContos de esposa abriu o cu ao máximoesposinha submissa apanhando na bundaconto anal evangelica carnudaContos eróticos- guarda florestal de pau gigante me arromboucontos de incestos tesao pelos pezinhos da mamaecontos de coroa com novinhome casei com uma puta safadacontos eroticos viuvaminha prima malcriada contoConto erotico as duas taradinhapegando a cunhadinha casada muito linda e gostosacontos eroticosminha sobrinha me chupou enquanto eu dormiamarido viado hormonios femininos conto eroticocontos prima batendo uma pro primoContos eroticos comendo cu da madrasta e da meia irmaPuta desde novinha contoscontos eróticos brincando na piscinaContos fudendo elatexto mae cuida filjo asidentado filho fodeu bucetacontos comendo o cu da sograa mae do meu amigo contosele parece com viadinho pastor Contos eróticosmetendo com funcionaria idosa casada contosconto erotico minha namorada cuidado de mimno cine porno me fuderam na marra(adorei)e ainda fizeram o frouxo do meu marido virar viadinho.contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casasequestradaxvidioexibindo a esposa xonto eroticocontos fofinha menina de dez anoscontos eróticos com fotos esposas estupradas submissasconto eroticosexo com pastorAs 3 porquinhas do vizinho Contos eróticoscontos eroticos aprendendo a fazer meu primeiro boquete com meu padrinho velhopedreiro gozou vendo munher lavando roupas/conto eroticocontos fui comida na fasendacontos dei um beijao na boca do meu tioconto gay o melhor amigo do meu filhoxvidio louco desejo vizinha mulata sainha mostrandocontos transei com minha mae gostosa peituda no banhoconto erotico dividindo sua esposa com senhor do pau grandecontos eroticos de penis de 10cmFoderam gente contos tennsmarido menage experiencias swxuais veridicasvelha cavala virando olhoconto d patricinha c o borrscheirocontos eróticos gay comendo o cu do garoto oferecidoimpinando a bunda contoSou casada e fui comida pelo pedreirocontos eroticos decornos amigosconto erótico de saia brincando com os meninoscontos de cú de irmà da igrejacontos eroticos comi minhas filhinhas pequenasrelato erotico gozando nas calcinhas da minha irmã casadaai devagar porra caralho sua pica e muito grossamamaes safadas atacam filhos e filjaacontos de incesto dez anoscontos erotico defrorado pelo irmão mas velhocontos eroticos minhas filhinhasmenino tarado contos