Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

RICAS E LÉSBICAS

Patrícia era uma garota rica, linda, morava na cobertura do maior prédio da cidade. Tinha tudo o que queria, carros, homens, roupas. Certa noite estava sozinha tomando uma champagne ao som de Pink Floyd, até que a campainha toca. Ao abrir a porta, teve uma grande surpresa. Suas duas melhores amigas do tempo do colégio, das quais fazia muito tempo que não via. As duas estavam namorando, e isso acontecia desde os tempos antigos, mas na época ninguém sabia. Lá pelas 3h da manhã depois de duas garrafas de champagne e algumas doses de Whiski, Marina e Mel começaram a trocar carícias na frente de Patrícia. Ambas começaram a se beijar. Marina estava de saia, e esta tinha umas pernas de dar inveja a qualquer um. Abriu-a devagar, e Mel escorregou sua mão até sua vagina. Os suspiros já haviam começado, e a excitação já tomava conta das duas. Patrícia levantou-se, demorou uns 10min, e retornou somente com uma blusa branca, quase transparente e uma calcinha branca, de algodão, bem pequena, com mais uma champagne. Apagou as luzes do apartamento e, primeiramente ajoelhou-se na frente das duas, beijou bem devagar a boca de Marina, depois a de Mel. Como Mel era a mais ativa, entrelaçou Patrícia e a beijou com toda a saliva que havia em sua boca. Durou um minuto mais ou menos e o beijo não excitou somente Patrícia, mas também Marina, que adorava olhar. Marina tirou sua saia, e aproveitou e tirou a calça de Mel também. Estavam as três, lindas, somente de blusa e calcinha. A cabeça já não pensava mais nada além de sexo, sexo e sexo. O corpo transpirava desejo e tesão. Marina deitou-se, Mel e Patrícia beijavam-na sem parar. Quando Mel beijou sua boca, ela sussurrou bem baixinho: -“Faz oral.” Então Mel foi diretamente para baixo, e com toda a voracidade, tirou sua calcinha. Patrícia mordia tanto a Mel quanto a Marina, e quando Mel começou a chupar Marina, esta apertou sua cabeça com bastante firmeza, e gemia, mas Patrícia não deixava ela gemer alto, pois beijava, e muito sua boca, que era muito carnuda. Marina estava a ponto de explodir, a sensação que ela tinha não era apenas de quatro mãos em seu corpo, mas sim de dez, vinte, várias, foi quando a sentiu o corpo tremer, sentiu uma sensação nunca sentida antes, seu corpo tremia, e as duas que estavam fazendo isto acontecer estavam com ainda mais vontade, até que o orgasmo veio, seus olhos viraram, pode-se dizer que ela viu o céu e a Terra em um orgasmo triplo. Relaxou, suspirou profundo e gozou. Mel e Patrícia não estavam satisfeitas, porém estavam a ponto de explodir. Como Mel havia feito oral em Marina, ela foi ao banheiro, ao sair, Patrícia, que estava mais quente que vulcão em erupção, apagou luz, e começou a beijar o seu pescoço, lambendo-a, como se fosse um gato. Mel estava com os dois braços abertos, se apoiando na porta, somente observando os movimentos que Patrícia fazia. Patrícia tomou mais uma dose de champagne, e empurrou Mel para a banheira. As duas caíram na água, Mel embaixo e Patrícia sentada em cima. Patrícia beijou tanto a boca de Mel que ela já estava quase sem fôlego. Mel arranhava sua coxa, e Patrícia pedia mais, parecia que não estava satisfeita. Mel, mordendo-a, pegou em seus cabelos e a virou, ficou de costas. Mel apertava sua bunda, e delirava ao ouvir seus gemidos e a palavra “enfia”. Nossa, Mel estava louca, mas não fazia o que Patrícia tanto queria, sá para deixa-la mais louca e excitada. Patrícia não aguentou, virou-se, e começou a se masturbar. Colocava o dedo na boca, e ia descendo pelo seu corpo, sua blusa branca, estava mais transparente do que nunca, e o bico de seu seio estava arrebitado. Desceu sua mão, e pediu para Mel tirar sua roupa. Primeiro Mel tirou a blusa dela, e por ultimo, a única peça que restou, e também a mais esperada, a calcinha branca, e de algodão. Patrícia estava simplesmente nua em pelos, então sua mão foi até a vagina, acariciando-a, fazendo movimentos deliciosos, fechando seus olhos, se torcendo. Mel pediu para que Patrícia sentasse na borda da banheira. Nuazinha, sentou-se e abriu as pernas bem devagar, puxou a cabeça de Mel até sua boca, foi empurrando para baixo deixando ela sentir cada parte o seu corpo. Mel lambeu sua vagina, e com suas mãos acariciava seu seio. Foi então que mais um orgasmo aconteceu, Mel não sabia dizer se era melhor do que o de Marina, pois os dois foram incríveis. Patrícia suspirava muito, parecia que sua alma estava saindo de seu corpo. Escorregou, e sentou-se novamente dentro da banheira, também exausta. Mel levantou-se, trocou de roupa e deitou-se ao lado de Marina, que estava deitada no chão da sala. Logicamente que já pegou no sono. Patrícia fez a mesma coisa, saiu da banheira e foi dormir em seu quarto, quase sem energias. Isso já eram quase 6h da manhã. Lá pelas 9h, Mel e Marina acordaram, deixam um bilhete em cima da mesa com a seguinte frase: - “Faz parte do meu show, meu amor” e foram embora, sem ao menos deixar telefone para algum contato que Patrícia quisesse fazer. Mas também, com dinheiro que Patrícia tinha, não iria ser nada difícil conseguir isto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


ajudando minha vizinha na casa de praia contoscontos er¨®ticos incesto ensinei minha filha a ser cadelaporn contos eroticos casada escrava na cadeiacontos eroticos papai me perdeu no jogoesposa traindo marido bebado contos eroticoscontos eroticos vizinhas velhas seduzem menininhoscontos eroticos abri uma cratera no cu da filha da minha primacontos erotico7 de interracialeu não sabia que minha sogra viúva linda e gostosa que ela tava nua dentro do seu quarto eu entrei dentro do seu quarto eu disse pra ela sua buceta raspadinha e linda ela me deu um abraço ela me deu um beijo na minha boca ela deitou na sua cama eu chupei seu peito eu comecei a chupar sua buceta raspadinha ela gozo na minha boca ela chupou meu pau eu comecei a fuder sua buceta ela gemia no meu pau eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim fode meu cu conto eróticorelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhascheirando os sapatos da minha amiga contos eroticosvideos de zoofilia cachorrinhos recem nascidos mamando na xoxota da mulherSou casada mas bebi porro de outra cara contosViadinho Sou Uma Putinha Contos Eroticoshomem virgem contoscontoseroticos- meninas novas e espertinhascontos meu pai me fodegozoucomcontos fodi com o meu sogro gstscache:W1LBQ3qfJocJ:tennis-zelenograd.ru/mobile/conto_21817_comi-cunhada-evangelica.html conto erotico gosto de vestir shortinho de lycra que deixa minha buceta grandecontos perdir a virgendade com policialcontos eroticos de vovo negros e gays e os seus netosconto comi tia do meu amigocontos esposa nua frente familiacontos de cú de madrinhaConto porno vi mamae sendo ssarrada no busaocontos eroticos..virei viado do dono da sorveteriaconosco toma a porra de. macho na. bucetacontos de novinha sendo estuprada no caminho da escolameu marido morreu e eu to com tesaoContos eroticos amadores dividi minha esposa com meu patrão do sítio que moramoscontos eroticos de casais realizando fantasia com comedorcontos de cú por medopiru inchado conto xxxbundinha cobiçado conto erótico gaychantagiei minha filha casada conto eroticocontos eroticos, cu de bebada nao tem dono me comeram a bucetaMeu marido comeu a minha filharasgou a xaninha novinha contoscontos amarrado castradoSenhoras cinquentonas casadas praticando Zoofilia prla primeira vezcontos de coroa com novinhocontos as tetonas de vovodominando me visinho comtos bdsmquero ouvir o funk mais soltinho bem curtinho cunhadoComtos heroticos da cunhadinha viviane dando pro cunhado reinaldoconto erotico engoli 1 litro de esperma no vestiariocontos eroticos sequestroConto punheteira do meu filholeitinho piruzinho bucetinha contoconnto de zzoofilias iniaram mimha mulhernegra atola a rola e ela da pidovideornpossconto+fui+arebentada+negro+meu+maido+adorouconto comi a buceta da mae do meu amigoela pediu pra parar mas continuei fudendocoto de espoza na chacara do amigometerola com menor idadeconfia minha madrasta no pornô chorando gostosaas cavalona da bundao inacreditavelvídeo de pornô com as moletinho as mulatinha pornô vídeos sexoContos internauta quer comer meu cucontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casapapai me come porfavor contos eroticoscasadoscontos estrupada por pivetes menina da bucetinha grande.ctoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casasocando na minha irmã compressão sexecontos eroticos comi duas professorascontos erotico seduzindo marido da conhadaCONTOS EROTICOS_COMI A SOGRA BOCETUDAcontos eróticos fui estresada e gosteicontos gay comendo o amigo rabudo em casacontos eróticos márido perdeu a apostaconto gay na praça com heterocontos eroticos no colo do titiocomtos de sexocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos de manicures safadascontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos fui no puteiro de de cara com minha tiaconto com foto papai mi enrabo na fasenda anoitiminha filha chantagista contosestuprado pelo pai na infancia gay contoassisti vídeo porno de mulher de chortinho curto depano fino ela dentro de casacontos eroticos sograbem novinha travesti cumendo o gay novimcache:6FK7RI0T9TcJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_476_eu-e-2-travestis.html contos eroticos. buceta virgem, só liberava cuzinhocontos eroticos de submissaoviajo da bundona aqui na Dona a mostrando o c*contos eroticos - alta grandona bundudacontos eroticos sou viuva tenho um sobrinho novinhoContis eroticos primeira vez de um heteroFui Comida pelos colegas do colegios contosContos de masturbação com objetos no ginecologista