Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

HISTÓRIA DE UMA ESCRAVA SEXUAL

Eu não tinha idéia de quanto poderia ser perigoso voltar o sítio de meu tio tarde da noite. Achava que por ser interior era tranquilo. Me enganei.

Tinha ainda 19 anos e corpinho de violão. Aliás, corpão, pois meus 1,70m eram muito bem distribuídos. Seios fartos, bunda empinada, coxas grosas e cintura fina....gostosona mesmo.

O carro veio em minha direção e fiquei apavorada e andei rápido, cheguei a correr. Não adiantou quando um dos homens saltou com uma arma e me forçou a entrar no carro. Foram muito claros: não iriam me estuprar. Iriam me vender.

Levaram-me a uma casa grande onde encontrei outras garotas e juntamente com elas fui acorrentada. Todas nás estávamos bastante assustadas e chorávamos muito.



Dois dias depois aconteceu o leilão. Fomos colocadas lado a lado nuas. Homens e mulheres (poucas) percorriam a fila para nos inspecionar. Ao lado havia cadeiras de ginecologistas. Descobri logo o motivo: seríamos examinadas detalhadamente pelo comprador interessado. Vitor, o homem que fez o maior lance para me comprar, devia ter uns 30 anos. Depois descobri que era filho de fazendeiros ricos e que os homens da família tinham essa tradição de comprar escravas sexuais. Depois de aberta por um alargador ginecolágico e examinada (ele e outros enfiaram os dedos em minha bucetinha) ele pagou a quantia e me levou embora. Nem ao menos me vestiram.



Fui levada a uma fazenda. Fui amarrada num pelourinho e o Vitor me disse como deveria agir. Eu chorava muito e nem conseguia prestar atenção no que ele falava. Por isso levei vários tapas na cara para me acalmar, pois estava quase histérica. No fim entendi que deveria chamá-lo sempre de Sr, obedecê-lo sempre e que seria sua escrava, e muitas vezes, seu animal de estimação. A maioria das vezes fui a cadelinha dele.

Logo na primeira hora amarrada o Sr Vitor mandou chamar os empregados. Eles vieram correndo, pois já sabiam que o patrão tinha do comprar a sua nova escrava. As anteriores, depois de não prestarem mais eram vendidas novamente para o puteiro da região. A primeira noite na fazenda era uma festa para os peões. O Sr Vitor liberava que eles me apalpassem e que enfiassem dedos em mim. Ao todo tinha 4 peões. Era amarrada de pernas abertas e eles faziam essa festinha em mim.......nada de penetração, somente pegação e dedos. Eu chorava copiosamente, mas sentia a minha bucetinha quente latejar. Por isso, pois deveria ficar calada, apanhei de chicote. Os peões perceberam o calor da minha xana e riam me chamando de puta e vadia. Depois que eles me apalparam bem, um dos peões me colocou a coleira e meu Sr me levou p a casa. Como minhas pernas estavam moles, não aguentava andar de 4, fui arrastada pelos cabelos até a casa.

Em casa fui amarrada no teto. Meu Sr disse que iria sentir tudo aos poucos. Por isso nesse dia somente seria essa a minha experiência. Deixou-me lá amarrada e foi dormir. Meu cansaço era tanto que praticamente desmaiei de sono e cansaço depois de várias horas chorando.

No outro dia, ele me tirou das cordas e novamente com a coleira me levou ao quintal e me apresentou a minha “casa”. Uma casinha de cachorro. Abriu a mangueira e me deu banho como a uma cadela mesmo, não deixando de lavar a minha bucetinha e meu rabo com escova de dentes. Depois de me alimentar com frutas, ele me passou para um dos peões que me lavou por dentro do anus com enema. Sofri muito com o tubo enfiado no meu cuzinho virgem que introduziu o liquido viscoso. Depois de minha barriga ficar inchada fui levada ao banheiro onde evacuei até a alma de tanta coisa que coloquei para fora. O peão depois abriu meu rabo com o alargador e terminou a limpeza com a mangueira. Gritava muito mas, a hora da mangueira fiquei excitada, tanto que o peão me deu vários tapas nos seios pois os mamilos estavam tesos.



Depois disso fiquei pronta p meu dono.............. continua

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


ver contos excitantes com fotos,na praia,no onibus e no mato.Novinha enlouqueçeu os pedreirosContos de sexo entre a minha mulher e o vizinhicontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos namorado da minha mãe me comeucontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos assisti minha mulher sendo fudida pelo ladrao aii ai metecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casapornô com minha irmã de minsainhaConto erotico zoofilia fiz a ninfeta chupar meu pau junto com meu cachorroCasada viajando contosconto porno peoes no ciomullber mostrando cabasinhoContos eroticos bruninhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos gravou tia dando pra doiscontos eróticos de negrinhas que gosta de fuder com homem brancos mais velhosvoyeur de esposa conto eroticowww.xconto.com/encestocontos eróticos gay lambendo o cu do macho heteroconto erótico "comeu meu marido "contos eroticos pomba giraContos de Capachos e submissos de garotasGozaram na calcinha na cerca contoCONTOSPORNO sapecaenfiei o maior dildo no meu cu contosVi meu comendo o cu contosvi meu sobrinho arrombar a sua namorada gostosa. conto eróticoIniciada pelo padrasto contocontos eroticos com minha empregada nordestinaencostei o braco na buceta da cunhada contosgay novinho e o pepino/contos eroticoscontos eroticos embriaguei meu marido e dei o cuzinho do lado delecontos comiminha primacontos eroticos - isto e real. parte 2Dei meu cu para um amigo do meu maridoconto estou apaixonado pelo meu sogrovidio porno corno mulher da em cima do jsrdineiro e empregada ver e participaO dia que sequestrei minha neta conto eroticofrases minha amante usa fio dentalconto minha noiva era viciada em dar o cuzinho antes de ficarmos juntosfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos eroticos minha esposinha e o inquilino velhoConto erotico deixou o amigo violentar a esposacontos eroticos sequestrocontos eróticos minha mãe ajudaram a comer meu c*contos etoticos meu marido faz eu dar para trassecoroa fundedo realidadeO pau preto do papai contos eróticosconto erotico gay rola grossa contos eroticos fragei minha esposa com a tora do vizinhometendoo con vpontadi pornocontlo erotco para pagar uma divida pedi minha mulher para se vestir como putaesfregando pau dhto n bunda d espisa ate gisacontos gays sendo o viadinhos dos adultos que me humilhavamcontos dando o cu antes dos dez anoscontos erotico ela trai o maridocontos travestis praiaeu sou solteiro eu sou empresário eu moro sozinho no meu apartamento minha linda e gostosa secretária casada da minha empresa eu sempre eu quis fuder sua buceta eu conversando com ela dentro da minha sala eu disse pra ela eu queria ter uma esposa como você pra morar comigo no meu apartamento ela disse pra mim patrão eu me separei do meu ex marido porque eu descobrir que ele tinha uma amante eu perguntei pra ela você que ir morar comigo no meu apartamento pra você ser minha esposa ela disse pra mim eu quero patrão ir morar com você pra eu ser sua esposa eu dei um beijo na boca dela eu levei ela comigo pro meu apartamento eu levei ela pro meu quarto ela me deu um abraço ela me deu um beijo na minha boca ela tirou sua roupa ela deitou na minha cama eu chupei seu peito eu disse pra ela sua buceta raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca ela pegou no meu pau ela disse pra mim seu pau e maior e mais grosso que o pau do meu ex marido ela começou a chupar meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta eu comecei a fuder sua buceta eu disse pra ela sua buceta e muito gostosa de fuder eu disse pra ela agora que você e minha esposa eu vou fuder sua buceta todos os dias ela disse fode minha buceta eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim eu quero dar meu cu pra você conto eróticocontos eroticos eu e minha filha somos as putas do bairro e meu marido sabe Conto erótico fui comida por mendingosContos eroticos danadinha rocaconto erótico: conversa com mÃeconto porno enfiaram um ovo no meu cuesposa jume contoscontos eroticos detonou a crentedeixei meu vizinho me desvirginar contoscontos dando o cu antes dos dez anosconto comendo a mulher do primoContos de transexiconto sexo gostoso rebola gato gayconro erotico gay meu tio alopradoconto erotico de assaltoporno marido da vizinha foi viajar e fui pozar na casa delacontos eroticos na mesa