Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEXO MADURO

Meu nome é Katia, dois casamentos desfeitos e muitos amantes, tenho 1,61, 52k 53anos morena clara, cabelos pretos tingidos escondendo os fios brancos, corpo em forma às custa de boa alimentação e malhação, pouca celulite e bumbum arrebitado, que faço questão de provocar com calças legs e shorts bem justos. Na realidade sou exibicionista, principalmente no que diz respeito às minhas tatuagens.

Tenho uma flor em cada pé, uma tribal no fim das costas, uma meia lua no ombro direito e uma muitissimo particular que é uma sereia na virilha bem práxima à xaninha, sempre bem depilada e com tufinho de pelos em cima, ou seja, indicando o caminho do prazer.

Estava no supermercado empurrando meu carrinho com minhas compras, quando apareceu em minha frente um moreno alto, aproximadamente 1,85 e uns 47 anos, trajando terno claro, tambem fazendo compras. A troca de olhares foi imediata e confesso que mexeu com meu corpo na hora, aquela visão deliciosa. Com a desculpa de ver produtos na prateleira parei o carrinho e disfarçadamente olhei para trás e ele estava me olhando, o que acarretou troca de sorrisos de ambas as partes e ele se aproximou se apresentando, Gerson, e ficamos trocando conversas e idéias enquanto fazíamos nossas compras juntos. Passamos pelo caixa e fomos ao estacionamtno onde gentilmente me ajudou guardar as compras no carro. Eu estava vestindo uma leg amarela que demarca bem minhas pernas, uma bata branca por cima da leg e rasteirinhas. foi quando notando meus pés ele elogiou minhas tatuagens e tambem os meus pés, dizendo que é admirador de pés femininos, principalmente tatuados. Ele disse ter tatuagem no braço mas devido ao terno estava difícil mostrar, quando atrevidamente falei que tinha um tribal e virando de costas para ele levantei a bata e inclinando o bumbum mostrei a tatoo para ele, logicamente que a intenção era despertar seu apetite, uma vez que ja estava com tezão por êle. Apás a vinda de um elogio falei que tinha uma estrategicamente escondida, que somente em ocasiões especiais ela aparecia, no que ele disse se teria uma oportunidade de ver, no que dei um "talvez" e entre risos trocamos telefones e emails e nos despedimos com beijo no rosto que foi praticamente no canto da boca.

Cheguei em casa fui para o banho e me masturbei viajando na imagem daquele homem que na minha imaginação devia ser delicioso.



Com o chuveirinho na xana e meu "amigo" vibrador gozei pensando no cheiro e imaginando como seria o pau daquele homem maduro e delicioso.

Ao final da tarde toca meu telefone e era ele, Gerson, me convidando para um chopp e bater um papo para nos conhecermos melhor. Eu disse;. Já??? nos conhecemos hoje! e ele repondeu que já estava com saudades. Topei, claro encontrar-me com êle. Marcamos 19hs em um ponto da zona sul de SP. Confesso que já estava molhada rssrrs. Coloquei um vestido na altura dos joelhos, florido em tons de bege com um decote bem insinuante na frente, onde aparecia a parte de cima dos seios e atrás um decote quaseaté o fim das costas sendo largo onde olhando atrás conforme a posição dava para ver a tatoo e até a calcinha, que por sinal era branca fio dental que desaparecia no meio de minha bunda: uma sandália de 2 tiras salto 19 pra ficar mais alta e deixar o bumbum bem arrebitado. E fui....



Nos encontramos, entrei no seu carro e fomos a um bar à meia luz tomar uns drinks. Ele no whiski e eu no martini seco.



Apás algumas doses, beijinhos trocados e mãos em minhas coxas, saímos e enquanto aguardavamos o manobrista trazer o carro, ele me abraçou por trás com os braços por cima dos meus seios , no que coloquei meus braços em cima para não chamar atenção, mas estava sentindo seu pau duro, o que me fez arrebitar a bunda, encostar e esfregar levemente e sensualmente naquela delicia.



Já no caminho de volta ele encostou o carro e rolou um beijo pra valer. Daqueles intensos e cheios de tezão e de desejos, onde ora eu chupava desesperadamente sua lingua , ora ele fazia o mesmo com a minha. Beijo de desejo, de tezão, beijo de entrega... Pondo suas mãos em meus seios, coxas, xana e indo até a bunda, eu estavasentada por cima de sua mão e me deliciava com isso, ja estava molhada. Quando ele pos o pau pra fora e pude notar mesmo na penumbra que era lindo, grande e grosso, e me pediu um beijo levando minha cabeça para baixo. Beijei a cabeça e abrindo minha boca fui engolindo devagar pra sentir o gosto do pau do meu homem. E chupei, e lambi e passava a lingua na cabeça e depois engoilia todinho e chupava como se fosse o último dos paus que eu iria ter. eu estava entregeu àquele homem. Quando de repende num gemido típico dos machos ele gozou na minha boca e pediu pra eu engolir. Foi muito leite e eu adoro engolir a porra. Amei aquilo e disse com um beijo na sua boca: Quero ser sua , quero fazer tudo o que voce quizer ! Estava limpando o pau com minha lingua bem gostoso quando ele me disse que queria ver minha tatuagem escondida, e eu falei: Sá depende de voce. Mesmo com o pau pra fora pos o carro em movimento e fomos ao Motel. Ele dirigindo e eu segurando seu pau, sá pensando naquilo tudo dentro de mim! Chegamos e quase não deu tempo de entrarmos no quarto. Na escada de acesso comecei a me esfregar naquele homem como uma gata no cio. Esfregava a buceta, a bunda e abaixando esfreguei minha cara naquele pau.

Entramos no quarto, nos abraçamos e ele enfiando sua mão por tras de meu vestido alcançou minha bunda e enfiou o dedo nela. Depois levantando o vestido foi na minha bucetinha. Nessa hora minhas pernas fraquejaram, os joelhos se ajuntaram e eu me pendurei nele sá aguardando mais. Olhava pra ele e minha cara era de tezão de uma mulher louca por pau. Eu estava entregue. Eu seria dele do jeito que ele quisesse e falei isso.

Tirou minha roupa e começou a sessão de lambida pelo corpo, pernas, na tatuagem ao lada da xana e sugava meu clitoris que estava duríssimo. Me virou de costas e da nuca até a bunda me lambia, abrindo minhas nádegas e ficava enfiando a lingua no meu buraquinho louco por pau. Todo o meu corpo queria pau. Ele esfregou seu pau nos meus pés, nas coxas. batia com ele na minha cara me chamando de vagabunda e eu pedindo mais. Foi quando deitei ele de costas e por cima comecei pelos seus pés. Chupava cada dedo dele esfregando a sola na minha cara. Lambia suas coxas por dentro, beijava o saco e enviava ele na minha boca chupanda cada testículo. Lambia a virilha. Quando ele me colocou de 4 e sem dá socou com força na minha buceta. Soltei um grito de tezão, muito tezão mesmo. Ele socava e tirava com força até que tive um grande orgasmo. Meu corpo tremeu e quase perdi os sentidos. Cochilamos por alguns instantes e namoramos mais um pouco e fomos ao banho. Começamos a nos esfregarmos no banho (adoro lavar o pau de um homem) e ele foi ficando duro de novo e começando a chupar de novo. Molhados fomos para a cama quando ele apás muitos carinhos, enfiou um dedo no meu cuzinho, depois 2 e 3. Apás o 3ª dedo ele disse que já estava na abertura ideal para entrar um pau. E foi o que aconteceu. Primeiro a lubrificação depois a cabeça foi passando, eu aguentado. Doia bastante mas eu queria tudo dele. Quando a cabeça entrou ele socou tudo de repente me arrancando um grito de dor que virou imediatamente tezão. O entra e sai comigo de 4 estava me deixando alucinada, quando ele tirou, sentou numa cadeira com o pau em riste e disse: Abre esse cu de puta e senta no meu pau. Não deu outra, obedeci e sentada por cima de costas sendo dedelhada na buceta e no seios e enfiando dedo na minha boca que eu chupava desesperada, outra hora apertando levemente a garganta não aguentei: Gozei, gritei, chorei, gozei, gozei gritando e chorando, muito mesmo até que desmaiei de prazer.



Quando voltei a mim estava na mesma posição apoiada com a cabeça no seu ombro e seu pau amolecendo dentro de mim.



Hoje nos encontramos sempre, ele frequenta minha casa, Me come em casa e geralmente viajamos juntos.



Sá sei que estou apaixonada por ele que é um tipo de homem que realmente sabe o que uma mulher gosta. Não é força e sim pegada.



Fica aqui minha aventura recente que brevemente contarei outras a voces, porque neste 53 anos tenho muitas histárias, principalmente porque comcei com 19 anos rsrsrsrs



beijos



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


papai rasgando meu cu e da minha irmã conto incestocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaainda havia dor mamilo grande e pontudo vídeo pornôcontos eróticos de mãe se depilando na frente do filho em cima da mesarelato erotico gozando nas calcinhas da minha irmã casadameu corpo que era devastado pelo seu pau ainda duro contos eróticos contos picantes seduzindo o cunhado sem querercunhado crente casado,contos eróticocontos menina menor calcinhaFui Comida pelos colegas do colegios contosContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar pes de primas balancando os pescanto erotico trai meu noivoconto namorado quieto machocrossdresser marquinha de biquini contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaComendo cu de mulher dormindo conto eroticoContos eroticos A reforma Viciada em sexoContos eroticos com animaisbotou tudo nela bebadaconto moleke chantageia mulher na casacontos porno eu e minha mulher curradoscontos eróticos meninas de 25 anos transando com a calcinha preta com lacinho vermelhocontos eroticos meu corninhocontos eroticos estuprada pelo clientedei o cu no campig homoxesuaisContos gay saindo de carro a noite vestido de mulhercontos di novinha no sitiocontos erotico, dei pro dois amigos do meu filhovideo porno mulher do meu amigo de chotinho na festa casa dele realidadecontos comendo mae e filhaconto adoro um cu de gordaeu meu caseiro e minha filha e suas amigas contospai tirá cabeça da filha novinha contosminha mulher adora ser brechadaconto erotico mulher traindo marido no barcontos eroticos putinha pagando a conta do paimulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amigacomtos etotico meus.amigos comeram.minha maenamoro com transex me fez de eacravo contoa erpticosficando com o hetero safadoconto gay contos eroticos provocando no barEjaculando no utero da morena safada contos eroticosContos eróticos dei em nova iguaçuminhaesposa numafesta-contos reaiscontos comendoFotos sexoespiando mamae brazil gratismeu pai me arregasou todaconto anal raimunda carnudacomi a minha aluna contoconto erotico femino loira paty 2contos eróticos meu padrasto lambia minha buceta como loucoContos erótico de Muller casadaconto do pedreirocontos eróticos as fantasias de minha filha filha com um desconhecido na praiavocê fodendo meu reguinhocontos eroticos de meninas que sua prima ensinou a ser putinha ainda bbcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontosincestofilhadei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticoEu contratei uma garota pra ela ser meu presente de casamento eu e ela e meu marido fomos pra lancha conto eroticocontos eróticos vi meu vizinho transandomamei até os bicoes dela incharem contosContos eroticos no onibusConto porno de incesto de padreContos porno com o papaicontos eroticos de puta submissacontos estupraram mamãe contos fui ver o predio o porteiro me comeuminha vozinha tava chifrando meu avo com o mendigo contocalma aí bota devagarContos a amiga putinha da minha namorada