Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VELHICE

Quando dei por mim estava com 74 anos e levava uma vida sem sentido. Não fazia nada que me desse prazer. Não fodia há anos, minha mulher perdera o gosto e eu não saía para procurar ninguém. Ficava na Tv e no computador. Durante um tempo naveguei por sites pornográficos e toquei muita punheta, mas perdi o interesse e até as punhetas pararam. Minha caceta vivia mole e servia sá pra mijar. Passava pelas meninas nas ruas e nem olhava mais. Nessa falta de prazer, o que me consolava era tomar um whisky com um comprimido pra dormir e viajar um pouco antes de pegar no sono. Para o meu bem, um dia tudo mudou.rnrnEstava na varanda tomando meu whisky quando um caminhão de mudanças desembarcou máveis e caixas na casa vizinha. Chegaram num carro a família que estava de chegada. Um casal de cerca de trinta anos. Ele forte, branco, cabelos louros. Ela a loura mais linda que jamais vira: pernas longas e torneadas, coxas grossas, malhada, cabeleira louro clarinho presa num rabo de cavalo. Não acreditei no que via. Mulher linda e tesuda. Chega mexeu na minha caceta mole. Não ficou dura, mas deu uns sinaizinhos em forma de fracas palpitações.rnrnFiquei ali vendo a mudança e sacando a vizinha, até que o álcool e os comprimidos me adormeceram. Quando acordei não os vi mais, apenas os carregadores entravam e saíam da casa. Fui almoçar e deixei pra lá. Comi, tomei banho e desci para a sala e, para minha surpresa, aquele monumento de mulher estava de papo com minha esposa, que fazia de tudo para deixá-la à vontade. Eu vestia um short largo sem cueca, pois minha caceta mole não apresentava risco de exposição. Minha esposa me apresentou Amanda e ela veio apertar minha mão e me deu os tradicionais beijos nas faces. Que cheiro, caralho... Percebi meio sem jeito que não soltara sua mão. Abri minha mão a contragosto, mas não evitei o embaraço.rnrn-- Como vai, dona Amanda? Seja bem-vinda na vizinhança...rnrnPode deixar de lado o dona, me chame de Amanda...rnrnSimpática, envolvente... Ela estava de saída e foi embora levando sua nuvem de perfume e de encantamento. Fiquei ali parado, até que minha mulher falou:rnrn-- Que foi? Tá encantado pela vizinha? Há quanto tempo não te vejo assim...rnrn-- Ela é danada de bonita...rnrnAo dizer isso senti minha pica latejar. Levei a mão e apertei por sobre o tecido do short.rnrn-- Nossa, tá até pegando no pau? A coisa é séria...rnrnMinha mulher disse isso em tom de brincadeira e foi para a cozinha toda rebolando. Brincadeira, mas bem que eu mirei seu rabo de velha gostosa. Rose aos 64 anos era um estouro. Pena ter perdido a vontade, pois ainda dava pra foder gostoso. Quando percebi, minha geba endurecia ao meu carinho. Apertei com força e apalpei como há muito não fazia. Senti um arrepio de tesão percorrer minha espinha e chegar à nuca. Fui atrás de Rose na cozinha.rnrn-- Um cafezinho? Passei agora...rnrnSentei à mesa pra tomar o café, Rose sentou em frente, encostada ao balcão.rnrn-- E então? Abalado?rnrn-- Entra uma fêmea maravilhosa como essa aqui em casa... minha mulher não quer mais... eu mesmo andava esquecido, mas Amanda é uma mulher de primeira...rnrn-- Até eu me excitei, caralho, Jack...rnrnComecei a mexer na caceta por cima do short, ela começou a dar sinal de vida. Rose me olhava interessada. Tirei o short e peguei na vara apresentando para minha esposa. Rose sorriu e não tirou os olhos de minha brincadeirinha. Meu pau foi endurecendo lentamente, eu fazia movimentos de punheta, depois batia nele, apertava... Rose se animou e veio pra perto, ajoelhando-se no chão e se colocando entre minhas pernas. Pegou no mastro com as duas mãos e levou-o à boca, mamando como há muitos anos não fazia. Mamou devagarzinho, molhando bem a boca, salivando toda minha pica, passeou as mãos pelo meu saco, lambeu...rnrn-- Rose minha puta safada, tá gostoso pra caralho, ninguém mama como você, cadelinha vadia...rnrn-- Nem Amanda, seu puto?rnrnEla disse isso apertando minha vara com força e demonstrando ciúme brabo.rnrn-- Vem, fica de quatro no chão, meu velho escroto...rnrnFiquei de quatro, arrebitando bem minha bunda, soltando-me todo, me prepoarando para Rose. Ela veio por trás, mamando meu pau, minha bunda, meu cu, passando as mãos no meu corpo todo, eu tremia de tesão.rnrn-- Velho escroto, tarando a mulher dos outros na frente da prápria mulher... Tome aqui, você merece...rnrnEla me deu uma palmada forte na bunda carnuda. Minha geba ficou dura como aço.rnrn-- Rebola, seu puto, rebola pra sua fêmea, seu safado...rnrn-- Ai, Rose... tá gostoso, minha puta, me come, me fode...rnrnRose fez de tudo um pouco para meu prazer. De repente tirou a roupa toda e deitou embaixo de mim, falando:rnrn-- Come essa buceta, come... tá molhadinha pro meu macho...rnrnColoquei-a de frango assado e enterrei na buceta de Rose até o talo, rebolei, bombei...rnrn-- Isso seu corno, come minha xereca de puta, vem, me faz gozar... aaaaaiiiiiiii, estou gozando, vagabundo, macho velho...rnrnGozei na buceta dela, despejei minha porra acumulada e deitei por cima dela. Dormimos um tempinho e acordamos ainda engatados.rnrn-- Faz tempo, hein, meu homem?rnrn-- Faz tempo, Rose... Isso tudo graças à Amanda, né?rnrn-- Pois é, temos que dar um jeito de foder essa fêmea, Jack...rnrnUm beijo do Jack

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


historias eroticas de onibus lotadoscontis eroticos peguei minha esposa enfiando a buceta na cabeceira da camacontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigotrasano com entregado coroacontos safados sogra transa com genro filhacontos esposa nua frente familiacontos eroticos com orgia de cdzinhascontos minha bunda ernome encoxada de pau super duroconto de casada+minha boceta e uma armadilha para pirocudocontos eróticos - seduzido no onibuscontos eroticos trai meu marido com meu chefecontos eroticos meu sobrinhoPezinhos suados conto eroticocontos eroticos minha gostosa de shortinho.branco marcando a calcinhaConto hot leitinhobaxinha no hotel com namoradoursao tio roludo contominha novinha tarada contocontos eroticos e minha mulher e uma amiga convencida a chupar bucetaWwwcasa dos contos meu marido e rasistacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos tia tucaConto erotico, depois da festa em minha casa meu amigo comeu minha esposacontos fui adotadaEu e minha sogra no quarto contoscontos eroticos sou casada dando para dois garotos parte 2contos metemos duas piconas na minha mulherhistoria eroticass papai mum chupou depilando a minha tia gravida contos eroticosConto gay comendo a porquinha zoofiliaele fodeu na minha frenteconto xota cu irmãzinharevista em quadrinho de babas eroticascontos eroticos cegomulheres dismaian dando ocuconto erotico emprestando a noivaConto erotico aos 60 anoa dei a buceta para o garotoContos eróticos minha gata fode com todoscontos eroticos incesto banheirocontos de pura putaria entre pais e ffotonega pornome depilei pro carnaval contospaugrossocontoseroticoscontos eróticos vestido de langeriescontos as tetonas de vovoMeu+tio+ficou+brabo+com+migo+e+arrombou+meu+cu+conto+eroticoContos Eroticos de meninos gays no orfanatoconto erotico com meu sogro peladoContos eroticos chiando na fodaconto erotico corno mi ajudouconto erotico gay com vovoconto erotico, mamae foi. arrombada pelo marido da vizinha enquanto ela viajavacontos mulheres que gostam de ser preenchido no cuzinhocontos eu comi a minha sobrinhatoquei sem querer na bunda de minha sogra contos eroticoscontos eroticos uma senhora de. bem parte 6contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico com novinha no ponto de onibusconto virei meu marido viadovwr vidios de homem fundedo a bucetas da mulheresnovinha teen transando na cam de bruços com namoradoConto eroticonegao roludo só come bceta bancacontos eroticos de fui comido pelo meu tiocrente carente de porra na bucetaConto sogra magrelinha gosta de orgiacontos eroticos nifeta d loja rjcontos eróticos os amigos do meu namorado queriam me comervideornpossnovinha com peso na barriga usando churrasco de vídeo pornô"ficava mexendo no pau"submetido a chantagem para ajuda o marido contos eroticocontos de sexos ainda dimenorconto eroticos primas gostosa veio min vizitarconto erotico fui sentada no colo do vovoContos eróticos de mamãe ensinada a filha ser putacontos eróticos meninas de 25 anos transando com a calcinha preta com lacinho vermelhocontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadecontos de menininhas sentando no colo de homenscontos eróticos meu aluno preferidocache:4rfP6uYGrfkJ:tennis-zelenograd.ru/home.php?pag=67Contos erótico,comi a minha ex mulherspu casado comi minha sobrinha na praia contosvideos para deixar o namoradoexitadoconto gay negro trapezistacontos eróticos contei detalhes absurdos da picarapidinhas com enteadas contos pornos videos de sexos melado de margarina no cusexo velho gozando dentro da menina de quise ano e gosanodentroContos minha doce sobrinha melconto.erotico.chamando.mulher.crenti.pra.fudercontos eroticos porno medinga deu cuContos erotico amigas devendoconto de sexo na montanharelato erótico real- a visitaconto erotico gay esconde escondecontos de sexo rapidinha com a cunhada na cozinha enquanto meu irmão tomava banho no banheiroFotos de mulheres com opriquito melado e de fio dentalpretinha choradomuito pornolcontos de bucretao grande